Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Não sou digital.

Estava ontem a ver o princípio do Wall-E em blu-ray, olhando de lado, entre o empobrecido e o cansado para uma pilha de compras recentes e apercebi-me de que não sou, verdadeiramente, um membro da geração digital, pelo menos desta vaga que agora atravessamos.

O senhor Negroponte, nos idos do século passado, falava muito da passagem de átomos a bits, mas na altura era precoce. Neste momento, ao verificar que compro DVDs, CDs, Livros, Blu-rays, mais do que faço downloads de MP3, Dvixs, além do ocasional consumo de Video On Demand, apercebo-me de que o objecto cultural exerce ainda um fascínico que está ligado ao conteúdo propriamente dito não se limitando a ele.

Eventualmente o futuro será das redes, das infra-estruturas e dos gadgets que a elas nos vão permitir aceder, do mais espectacular ao mais portátil e também por aí passa já o meu fetichismo, mas que prazer poder vir a ler ontem no avião, em papel e capa dura, o "The Other" do Ryszard Kapuściński.