Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Argumentos.

Interessa-me particularmente a escrita, no que ao cinema diz respeito, por todos os motivos e mais algum.

Dos nomeados para o Oscar de melhor argumento, suscita-me sinceras dúvidas o Wall-E. Sim, o filme é bom, mas a originalidade é quase toda visual e não me parece que seja da escrita que vem o valor da experiência envolvente que proporciona.

O contrário vale a pena dizer de "In Bruges" (na imagem) que, de um quase nada de história, desenha pela palavra um filme no "shithole" que é Bruges, quase uma jóia, com alguns dos melhores diálogos que passaram recentemente por uma sala de cinema. Os actores servem perfeitamente este brilhantismo e se houvesse um Oscar só para o diálogo, este estava garantido.

O "Slumdog Millionaire" é, por outro lado, um primor de construção, fazendo pleno uso do tempo e do espaço da Índia, do micro ao macrocosmos, com um aproveitamento inteligente de todos os mecanismos de envolvimento do espectador à sua disposição. É como se tudo na vida fosse, de facto, um concurso.

Já "O Curioso Caso de Benjamin Button" assume um tom narrativo que, se dispensarmos a originalidade da premissa do conto de F. Scott Fitzgerald, não é particularmente arrojado ou inovador. Está certamente mais bem servido de actores, de realização, de direcção de arte, do que de um argumento que seja particularmente penetrante.

Quanto ao "Milk" e ao "Frozen River", espero ter tempo este fim de semana para os ver e logo opino. Os outros a seu tempo.

1 comentário

Comentar post