Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Das claques.

Sexta-feira vi a primeira parte do Belenenses-Benfica na última fila dos No Name Boys.

O lado irracional do futebol nunca me interessou particularmente, prefiro o jogo mesmo, quando bem jogado. É um dos motivos pelos quais acho deprimente ser adepto desse desporto em Portugal.

Foi, contudo, uma experiência interessante, ao dar-me visibilidade "próxima" sobre o fenómeno. Confirma-se, há maestros a orquestrar a coisas, um certo desligamento do jogo, a não ser nos momentos mais emocionantes, um predomínio quase a cem por cento de população masculina e uma tendência para usar palavras que me arrepiam nos cânticos. Raça? Orgulho? O amor da minha vida? A destruição da Canção de Embalar do Zeca Afonso foi o que mais me custou.