Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Natal é quando um homem quiser.

Eu sei que já lá vão três meses e começou a Primavera (que até vem a propósito do verde neste post) e essas coisas todas, mas recebi ontem o último dos meus presentes de Natal. Vidas ocupadas e desencontros vários a isso obrigaram.

É um pequeno volume de nome "It's Not Easy Being Green" (capa aqui ao lado), cheio de letras de músicas, pequenos depoimentos, aforismos e outras declarações do criador dos Marretas, Jim Henson, de alguns dos seus amigos e familiares, personagens e colegas de profissão.

O título do livro é também o título de uma canção que o sapo Cocas canta e, depois dele, Ray Charles e, numa das versões de que mais gosto, também a brilhante Shirley Horn. No seu tom vagamente melancólico, resume muito bem o espírito de Henson, humilde, divertido, sem se levar muito a sério, mas sempre muito sentido.

Muito obrigado ao Luís pelo presente. A letra fica aqui abaixo.

 

It's not that easy being green
Having to spend each day the color of the leaves
When I think it could be nicer being red, or yellow or gold
Or something much more colorful like that

 

It's not easy being green
It seems you blend in with so many other ordinary things
And people tend to pass you over 'cause you're
Not standing out like flashy sparkles in the water
Or stars in the sky

 

But green's the color of Spring
And green can be cool and friendly-like
And green can be big like an ocean, or important
Like a mountain, or tall like a tree

 

When green is all there is to be
It could make you wonder why, but why wonder why
Wonder, I am green and it'll do fine, it's beautiful
And I think it's what I want to be