Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Uma Rom Com decente.

Vi há tempos, por culpa própria e em espírito veraneante um filme terrível. Não impressionante, não de horror, mau mesmo. "O Tesouro Encalhado" não tem ponta por onde se lhe pegue. A história não sai do mesmo sítio (literalmente) o filme todo. Os actores principais são Kens e Barbies com parte da roupa removida quase todo o filme e o enredo de acção é uma pepineira de lugares comuns que roça um racismo de mau gosto. Não há sequer a mínima química entre as personagens.

 

E nem digo isto por o Pinto da Costa ter afirmado numa entrevista recente que se tinha divertido a ver o filme.

 

Confesso igualmente que o facto de ter o Donald Sutherland no elenco me surpreendeu, no mínimo. Estará muito arrependido ou muito necessitado? É que sempre lhe colei uma certa aura por o primeiro filme em que o vi ter sido "Novecento" do Bertolucci.

 

A semana passada, não tendo aprendido a lição, fui ver nova "comédia romântica", a saber "Loucuras em Las Vegas". Sem deixar de ter a previsibilidade da comédia romântica hollywoodesca, no elenco, no ritmo, na banda sonora, nos cenários, nos clichés... O elenco aguenta-se melhor, há comic reliefs dos comic reliefs (muito bem Rob Cordry e Dennis Farina) e há química entre a Cameron Diaz e o Ashton Kuchter.

 

Não deixam de aparecer despidos, como os outros. Não deixamos de saber onde aquilo tudo vai dar, como no outro caso. Não deixa de dominar o previsível e inofensivo, com moral Disney "e viveram felizes para sempre". Só está mais bem escrito, faz rir um pouco mais e tem actores que entram melhor ali.

 

Dito isto. Haverá possibilidades de uma comédia romântica ser realmente inteligente? Sem descambar para a depressão?

5 comentários

Comentar post