Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Herberto Helder - Os Passos em Volta

Chamem-me fútil, não serão claramente os primeiros. Comprei "Os Passos em Volta" de Herberto Helder não só por já ter lido a sua poesia e ter gostado, mas por estar num volume amarelo torrado que me atraiu.

 

A capa é integralmente dessa cor que, me lembro da infância, era a minha favorita de uma caixa de lata de marcadores Caran d'Ache que uma colega da minha mãe trouxe de um país europeu que eu nunca tinha visitado. Também o fio das páginas é amarelo torrado e o conjunto forma um pequeno tijolo de papel dessa maravilhosa cor, em capa mole e nona edição. As páginas são brancas, uma espécie de recheio.

 

Feita a introdução sensual com perfume a papel e pó de livros, diga-se que os contos são brilhantes, que a poesia inebria, que a visão das contradições da humanidade e da sua geografia surpreendam e iluminam e o cuidado nas frases deixa qualquer candidato a escritor simultaneamente humilde e fascinado. Deixo apenas uma.

 

"Perdeu o nome, essa sabedoria. Beleza, é pouco. Verdade, é muito. Trata-se de um termo subtil que participa de uma e outra, que se tornou inútil, insensato."