Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Notas e Rabiscos.

Percebi que tenho ideias, anotações, imagens e princípios do meu próximo livro já em três cadernos diferentes (daqueles de papel, mesmo), um telemóvel (para as emergências) e três programas diferentes no meu MacBook.

 

Há duas cidades, Lisboa e Barcelona. Há um escritor, uma cantora de ópera, um fã de ópera, um médico. Há o tempo, a posse, a perda, a música e o silêncio. Sim, temas recorrentes. Há já umas páginas escritas, mas é ainda tão cedo.

 

É cedo ainda, é aquele momento em que todo o peso do comboio se põe em movimento para sair da estação. As pessoas no cais dizem adeus, aquelas lá dentro sentem a emoção da viagem e um misto de esperança e de medo perante todo aquele monte de aço e motor que se coloca em movimento.

 

Não... não. Vamos manter-me nas minhas obsessões. É um avião. Um lugar à janela, atrás da asa. Os restos da cidade mirando-nos circunspectos. Mesmo no princípio da pista. Antes de acelerar. Antes de levantar voo.

 

Assim é o princípio da escrita. Sobretudo com falta de tempo.