Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Geração de 70.

É sempre muito difícil uma geração definir-se de dentro para fora, isto é, ser definida pelos próprios membros dessa geração. A minha, contudo, a geração nascida nos anos 70, com um pé na ditadura e outro na liberdade, um no conformismo e outro na revolução, está dotada de ferramentas particularmente poderosas para o fazer: um património cultural em acumulação exponencial, uma revolução digital que lhe permite aceder, uma espécie de nostalgia permanente, uma expectativa de algo extraordinário ainda por acontecer (como diz o JP Simões a certa altura) e que nos dizem aconteceu no passado, para o bem e para o mal.

O documentário independente "Uma na Bravo Outra na Ditadura" de André Valentim Almeida esforça-se por documentar essa geração que já foi rasca e agora vive a crédito. O documentário tem fraquezas claro, começando pela opção de documentar essa geração por ilustres de fama variável. Mas se a fraqueza de um documentário é a escolha de um ponto de vista, essa é também a sua força e aqui encena-se um mundo em que não posso deixar de me reconhecer em cada momento. Só por isso, só por esse espelho, obrigado ao André.

É também verdade que este documentário só é possível como independente, no sentido mais radical da palavra. Reparo que na ficha técnica não existe ninguém responsável por descobrir e assegurar os direitos de autor de todas os sons e imagens utilizados. Também por isso é um documentário da minha geração.

Ficam as duas partes aqui abaixo.




3 comentários

Comentar post