Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Corinne Vionnet - Photo Opportunities

Corinne Vionnet pega em alguns dos milhões de fotografias que os locais e monumentos mais famosos geram e trabalha-os artisticamente, sobrepondo-as, com um efeito plástico notável. Parece uma ideia simples mas é cheia de intenção e passível de ser explorada teoricamente.

Leia-se esta pequena citação de um dos ensaios sobre o seu trabalho:

"Ideas emerging around 'being a tourist' energise the way we think about photographs. I disdain the word tourism as it tends to reduce the whole experience to being a zombie, corporate management, manipulation. Being a tourist involves all the senses in interplay; thought and memory merging with the momentary feelings of touch, our feet getting to know somewhere as much as our two eyes." - David Crouch.

Eu próprio tenho andado a explorar estas ideias por escrito.

"Paris é a cidade do mundo mais visitada por turistas, por consequência, também a cidade mais fotografada do mundo. Toda a gente tira fotografias, há locais no mundo fotografados milhões, biliões de vezes. A Torre Eiffel, por exemplo. Já foi visitada por mais de duzentos milhões de turistas. E estou a falar dos que subiram. Quantos a fotografaram? Um bilião? Quantas fotografias tirou cada um? Ao alto, de baixo, ao longe. O que acontece a todas essas fotografias? O que acontece à torre, de tão fotografada? Que danos sofre? Do ponto de vista cultural, do ponto de vista simbólico, o que acontece a um objecto ou a alguém fotografado tantas vezes?"

Mas mais sobre isso noutra altura. Ficam algumas das fotografias.