Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Cinema português.

A propósito dos Óscares, pus-me a pensar nos filmes que vi no ano passado e de quais tinha gostado realmente, quais tinham sido para mim, de uma maneira completamente pessoal, os melhores do ano. Sim, gostei do "Inception" e "A Rede Social". "O Cisne Negro" e "O Discurso do Rei" já vi este ano, mas também estavam na lista e, de um mais que de outro, deles também gostei. O "Toy Story 3" é um grande filme, com bonecos ou sem bonecos. A verdade, contudo, é que as minhas paixões do ano passado... são cinema português.

"José e Pilar", "Mistérios de Lisboa" e o "Filme do Desassossego" são três dos melhores filmes que vi o ano passado. "Como Desenhar um Círculo Perfeito" (na imagem acima) achei aquém da perfeição circular do outro filme de Marco Martins que me apaixona, o brilhante "Alice". São opiniões pessoais, de quem gosta de ler, da música do David Santos e do Bernardo Sassetti, do Ricardo Ribeiro ou da Lula Pena, para citar algumas das contribuições para os filmes que refiro.

Seja como for, apetece-me repetir que gosto deste cinema português que não desdenha da riqueza que a literatura e a música portuguesas lhe oferecem e é feito com evidente amor pela história, pelos personagens, pela plasticidade do meio. Volto a deixar o trailer do meu favorito do ano passado, se eu fosse uma academia e atribuísse prémios.