Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Stacey Kent - I Wish I Could Go Travelling Again

I wish could go travelling again
It feels like this summer will never end
And i've had such good offers from several of my friends
I wish i could go travelling again

 

(I want to) sit in my shades, sipping my latte
Beneath the awning of a famous cafe
Jet-lagged and with our luggage gone astray
I wish i could go travelling again

 

I want a waiter to give us a reprimand
In a language neither of us understand
While we argue about the customs of the land
I wish i could go travelling again

 

(I want to) sit in traffic anxious about our plane
While your blasé comments drive me half insane
I want to dash for shelter with you through the tropical rain
I wish i could go travelling again


(I want to) be awakened by a faulty fire alarm
In an overpriced hotel devoid of charm
Then fall asleep again back in your arms
I wish i could go travelling again

 

But how can i ever go travelling again
When i know i'll just keep remembering again
When i know i'll just gathering again
Reminders to break my heart ?

 

I wish i could go travelling again
It feels like this summer will never end
And i've had such good offers from several of my friends
I wish i could go travelling again

Never Let Me Go

Li o ano passado ou há um ano mais (escapa-me), "Never Let Me Go" de Kazuo Ishiguro. É um livro sobre... não, esperem, não gosto de frases que incluem "um livro sobre", pelo menos quando falo de ficção. Causa-me nervoso miudinho, cada vez que alguém me pergunta sobre o que são os meus livros.

"Never Let Me Go" deixou-me a pensar sobre a natureza do humano e da amizade, sobre o pormenor do diálogo e do lento e realista desenhar das relações. Deixou-me a pensar também sobre fronteiras dos géneros, a ficção científica e o seu ghetto, a literatura e o seu poder.

Muito bom.

O título do livro é o nome de uma música. Quem ler, sabe, mas eu parti daí também para a descobrir. Gosto muito de uma versão do Sassetti (eu sei, pareço obsessivo) e da versão da Stacey Kent, que dá banda sonora ao video abaixo. As imagens são as excelentes fotografias de Irving Penn, belíssimo fotógrafo.