Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Amandine Beyer

Amandine Beyer é uma violinista de exceção. Conheci-a por via da sua versão dos Concertos para Violino de Bach com um dos seus vários agrupamentos, talvez aquele a que dedica mais tempo, Gli Incogniti (e podia ficar a falar aqui sobre este nome, também). Mais recentemente, descobri a sua gravação das Partitas e Sonatas solo, também de J.S. Bach. Brilha aí com todo o seu virtuosismo.

Depois disto tudo, descobri ainda mais duas coisas.

Amandine, que começou por tocar flauta de bisel, acabando por fazer tese de mestrado em Karl Heinz Stockhausen, é professora de violino e viola na variante Música Antiga da Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (ESMAE), no Porto. Sim, um génio do violino e professora em Portugal.

A segunda coisa estou ainda a descobrir e é a sua gravação das Sonatas para Violino e Baixo Contínuo de Jean-Féry Rebel, compositor barroco francês nascido em 1666. Aos oito anos já era um prodígio do violino, apresentado na corte de Luís XIV perante o rei e o seu compositor favorito, Lully.

Para complementar o post de ontem, mais um pouco de Bach por Beyer. A segunda parte da Partita nº 2 em Ré Menor (BWV 1004).