Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Ponto de situação musical.

O concerto dos One Direction em Lisboa em Maio do próximo ano esgotou em menos que um dia. Move over Bieber.

Descobri o compositor barroco boémio Jan Dimas Zelenka e a sua música, aconselho vivamente. Curiosidade: as suas composições autografadas pensavam-se perdidas no bombardeamento de Dresden em 1945 mas felizmente não - ligação hipertextual na minha cabeça ao Slaughterhouse Five do Vonnegut - and so it goes.

Os Diabo na Cruz têm uma Luzia com um Mean Viana Blues Power - está no fim deste post.

Segundo o Last.Fm, no último mês ouvi muito Radiohead, Antony and the Johnsons, The Beatles, Cecilia Bartoli, Arcade Fire, Rufus Wainwright, a Filarmónica de Berlim, The National, John Eliot Gardiner (dirigindo Bach), Nada Surf (uma faixa em particular), Ivo Janssen (tocando Simeon Ten Holt), Christiane Jaccottet, Heinz Holliger, Jonathan Rubin, Klaus Stoll, Klaus Thunemann (e mais gente tocando Jan Dimas Zelenka), Amandine Beyer & Assemblée des honnestes curieux, Norberto Lobo (excelente para encerrar qualquer lista).

Acabei de ler o Telegraph Avenue do Michael Chabon e aconselho vivamente. Podia dizer que é um livro sobre a paixão da música e do vinil mas é, felizmente, muito mais que isso. É daqueles que eu gosto, sobre famílias, identidades, política, amores, história, referências musicais e culturais, cidades...

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.