Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Somos um país de incultos.

É fresquinho e contém muita informação, o Eurobarómetro 'Cultural Access and Participation' sobre o estado do acesso à cultura na Europa e a comparação com o último estudo do género, em 2007. O relatório completo tem mais de cem páginas mas existe um sumário e uma fact sheet só para Portugal.

Vale a pena dissecar toda a informação, mas sobre Portugal destaco três gráficos que são realmente deprimentes. O primeiro mostra um índice de prática cultural e atrás do nosso país só estão Chipre e a Grécia. 60% da população tem um indíce baixo e só 6% um indíce alto ou muito alto.

No segundo gráfico, estes indíces são dissecados por áreas de interesse. Respondendo à pergunta "Quantas vezes nos últimos doze meses...", Portugal tem as percentagens mais baixas em leitura, ida a concertos, ao teatro, dança ou ópera, a segunda mais baixa em cinema e visita a monumentos, museus ou galerias e a terceira mais baixa em visitas a bibliotecas.

O terceiro gráfico arrasa qualquer esperança que pudéssemos ter de que a crise justificaria isto. Em todas, repito, em TODAS as áreas, o principal motivo para a não-prática da atividade é a falta de interesse. Os portugueses não querem saber, não se interessam, acham que não vale a pena.

Não tenho dados para ir mais longe, nem sei se quero. Intuições tenho algumas. Somos um povo de gente sem educação. Sem formação. Quer em quem manda, quer em obedece. As elites culturais são minúsculas. Os investimentos, públicos ou privados, são risíveis. E o efeito reprodutor e ampliador da cultura na economia, emprego, outros setores é constantemente ignorado.

Não seria tão grave termos as percentagens que o estudo mostra, se fossemos um país maior, se fossemos mais gente. Os números absolutos destas minorias seriam maiores. Mas não, somos um país pequeno e aparentemente cada vez mais pequeno, cada vez com menos dinheiro, cada vez com menos gente licenciada que emigra.

Tenho depressão para algum tempo.

12 comentários

Comentar post