Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Labirinto da Saudade

P2 - O BRASIL por Gregário Duvivier - "Labirinto da Saudade" - 24 de Maio nos Cinemas from JumpCut on Vimeo.

24 de Maio nos Cinemas

Produção_ LongShot
Realização_ Miguel Gonçalves Mendes
Montagem_ António Tainha
Fotografia_ Lee Fuseta
Música_ NOISERV

Sinopse Oficial:

Miguel Gonçalves Mendes (José e Pilar) adapta ao cinema uma das obras mais lúcidas da cultura portuguesa - “O Labirinto da Saudade” de Eduardo Lourenço - numa viagem única pelo interior de uma mente brilhante. Aos 94 anos, o escritor e filósofo Eduardo Lourenço projecta pelos espaços da sua memória as perguntas que até hoje nele perduram. Que traumas nos definiram enquanto povo? Quem somos? O que fizemos? Que atrocidades cometemos? Quais os caminhos que podemos seguir? Estas questões são o ponto de partida para “O Labirinto da Saudade”, um filme sobre uma "nação condenada desde a sua origem a esgotar-se em sonhos maiores do que ela própria”, mas também a celebração da vida e obra de um dos maiores autores da cultura Portuguesa.
Narrado e protagonizado pelo próprio Eduardo Lourenço, o documentário percorre os corredores da sua memória e da história de Portugal. Pelo caminho, cruza-se com fantasmas do nosso passado e amigos do seu presente - figuras marcantes da cultura lusófona como Álvaro Siza Vieira, José Carlos Vasconcelos, Diogo Dória, Gonçalo M. Tavares, Lídia Jorge, Ricardo Araújo Pereira e Gregório Duvivier, que assumem o papel de interlocutores e condutores das reflexões escritas no livro.

 

Filósofo Português fala para Gregório Duvivier qual a razão para a atual situação do Brasil -O Labirinto da Saudade, adaptação d from JumpCut on Vimeo.

Otomo does Anderson

iod.jpg

From Empire magazine:

From the music, to the art style, to its depiction of Taiko drumming and sushi preparation, Wes Anderson’s Isle of Dogs is steeped in Japanese culture — and now the film has a new poster created specially for its release in Japan on 25 May, drawn by legendary manga artist and Akira creator Katsuhiro Otomo. The artist, who also directed the film version of Akira and Steamboy, has incorporated the human and canine characters of Anderson’s stop-motion animated fantasy in his design, providing a new twist on the film’s name and setting.

Fantasia dei Gatti

Augustin Hadelich, producer
Paul Glickman, director
Tam King, animator

 

Technical Director - Yu Ueda
Environment Colorist - Caitlin Cash
Sound Designer - Robert Cordova
Choreographer - Deandra McCord
Storyboarding Assistant - Matthew Daley

 

Music:
Nicolò Paganini: Caprice No. 17
(from the album "Augustin Hadelich | Paganini 24 Caprices")

Sound producer and engineer: Antonio Oliart