Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Fernando Costa - Dor Fantasma

Ainda me dóis como membro fantasma
Ainda te sinto como se estivesses aqui
Ainda faço incêndios das beatas
E sento, no centro, a vê-los espalhar

 

Ainda guardo o mundo debaixo do meu chapéu
Ainda falho o alvo quando forço o tentar
Ainda me escondo quando a chuva me bate
E ainda fico a ver o monstro tentar entrar

 

Ainda escrevo a cinzento meus sonhos
Com medo de os eternizar
Ainda carrego a nuvem chuvosa às costas
Ainda teimo em precipitar

 

Ainda construo pontes, de olhos pelo ombro
E sei que constrois as tuas de olhos em frente
Ainda penso que não valem de nada
Se as construimos em rios diferentes

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.