Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Pesadelo da História

Hoje há um novo disco da Lula Pena, "Archivo Pittoresco" e uma versão disto aparece lá com o título "Pesadelo da História". Já tinha publicado o vídeo aqui em Agosto mas parece-me mais que apropriado para o momento presente e ela continua a suspirar-nos ao ouvido e a dançar com a guitarra ao mesmo tempo.

Já agora, fica aqui o poema completo de Ronald Augusto que dá nome e letra a esta canção, Pesadelo da História.

para o mundo não pisar às avessas
o negro que sou inclusive em alma
a custo forçaram a ver navios

apartando-o da selvagem terra
dos inimigos e dos seus de palma
não há como não tosar-lhe o pavio
daí para que tento e estética
troque ele como quem troca casaca
será nada e bom ao senhorio

mau negócio senhor via diversa
(na regra novos fatos) fui com calma
até onde marra bem alto o rio
tornei com dentes mais alvos de serra
talo de arruda na orelha macaca
agora a goela do teu sonho trincho

envoi
 
pois muitos dormem temendo o escuro
crucifixo ao colo quase absurdo
os que ainda acordam vivos dão graças
sentem-se pagados a flor da raça

 (In: Confissões Aplicadas, 2004)