Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Flor de Maracujá

"Flor de Maracujá", cantado por Camané, com letra de Capicua e bênção de Amália. Do álbum "Bairro da Ponte", novo disco de Stereossauro a ser editado em breve.

 

Realizador: Bruno Ferreira
Ideia Original e Direcção Criativa: Big Fish – Off the hook creativity
Director de Fotografia: Duarte Domingos
Assistente de Imagem: Selma Ribeiro Lopes
2º Assistente de Imagem: Ricardo Lameiras
Operador Steadycam: Samuel
Direcção de Produção: Raquel Da Silva
Assistente de Produção: Francisco Palma
Montagem: Sérgio Pedro
Colorista: Paulo Inês
Cast: Daniel Pato, Stef Brown, Jennifer King, Maria Vercetti e Henrique Rodrigues
Agradecimentos:Smilling (Mauricio, Nuno Morgado) e Show Off

Medo do Medo

ARTISTA: CAPICUA (COM BEAT DE JOÃO RUAS)
DOWNLOAD GRATUITO EM WWW.CAPICUA.PT
MAIS INFO EM WWW.FACEBOOK.COM/CAPICUARAP

REALIZAÇÃO: VASCO MENDES

LETRA:
Ouve o que eu te digo, vou-te contar um segredo,
é muito lucrativo que o mundo tenha medo,
medo da gripe, são mais uns medicamentos,
vem outra estirpe reforçar os dividendos,
medo da crise e do crime como já vimos no filme,
medo de ti e de mim, medo dos tempos,
medo que seja tarde, medo que seja cedo
e medo de assustar-me se me apontares o dedo,
medo de cães e de insectos, medo da multidão,
medo do chão e do tecto, medo da solidão,
medo de andar de carro, medo do avião,
medo de ficar gordo velho e sem um tostão,
medo do olho da rua e do olhar do patrão
e medo de morrer mais cedo do que a prestação,
medo de não ser homem e de não ser jovem,
medo dos que morrem e medo do não!


Medo de Deus e medo da polícia,
medo de não ir para o céu e medo da justiça,
medo do escuro, do novo e do desconhecido,
medo do caos e do povo e de ficar perdido,
sozinho, sem guito e bem longe do ninho,
medo do vinho, do grito e medo do vizinho,
medo do fumo, do fogo, da água do mar,
medo do fundo do poço, do louco e do ar,
medo do medo, medo do medicamento,
medo do raio, do trovão e do tormento,
medo pelos meus e medo de acidentes,
medo de judeus, negros, árabes, chineses,
medo do "eu bem te disse", medo de dizer tolice,
medo da verdade, da cidade e do apocalipse,
o medo da bancarrota e o medo do abismo,
o medo de abrir a boca e do terrorismo.


Medo da doença, das agulhas e dos hospitais,
medo de abusar, de ser chato e de pedir demais,
de não sermos normais, de sermos poucos,
medo dos roubos dos outros e de sermos loucos,
medo da rotina e da responsabilidade,
medo de ficar para tia e medo da idade,
com isto compro mais cremes e ponho um alarme,
com isto passo mais cheques e adormeço tarde,
se não tomar a pastilha, se não ligar à família,
se não tiver um gorila à porta de vigília,
compro uma arma, agarro a mala, fecho o condomínio,
olho por cima do ombro, defendo o meu domínio,
protejo a propriedade que é privada e invade-me
a vontade de por grade à volta da realidade,
do país e da cidade, do meu corpo e identidade,
da casa e da sociedade, família e cara-metade...
tenho tanto medo... nós temos tanto medo... tenho tanto medo...


Refrão:

o medo paga a farmácia, aceita a vigilância,
o medo paga à máfia pela segurança,
o medo teme de tudo por isso paga o seguro,
por isso constrói o muro e mantém a distância!


Eles têm medo de que não tenhamos medo!

DJ Ride - Fumo Denso (feat. Capicua)

DJ Ride Fumo Denso feat Capicua
video by Bro Cinema
segundo single do album Dj Ride ''From Scratch'' (NorteSul)
#djridefromscratch

 

Ficha Técnica

Realizador: Mário Patrocínio
Assistente de Realização: Sebastião Salgado
Director de Fotografia: Pedro Patrocínio
Câmara: Tomás Paiva Raposo
1º Assistente de Câmara: Selma Lopes

 

Produção: Leonor Viegas and Liana Saldanha

 

Direção de Arte: Marisa Mendes
Aderecista: João Cecílio and Sergio Cosme
Maquilhagem e cabelos: Tânia Carvalho
Assistente de maquilhagem: Shayalves Alves
Figurinista: Filipa Leal

 

Maquinista: João Correia
Assistente de Maquinistat: Ruben Mendes
Efeitos especiais: Ricardo Reynaud
Assistente de efeitos especiais: Tomás Marau

 

Edição: Gonçalo Verdasca
Correção de cor: Nuno Garcia

 

Actor: Tiago Lobo
Atriz: Sónia Balacó
Criança: Vitória Patrocínio

 

LETRA:

Tu fumas à janela, olho pra ti espelhado nela,
A noite é longa e dentro dela, a chuva pinta uma aguarela
Somos tu e eu, só tu e eu, tu e eu, só tu e eu...
E é quando me tocas que eu sei. Eu sei.
Porque é que eu ainda não te ultrapassei. E sei...
Que nada eu que eu vivi ou viverei
Pode ser maior que o nosso fogo e neste jogo todo és rei.
O lume, o fumo, o perfume, o cheiro...
O lume, o fumo, o perfume, o cheiro...
O lume, o fumo, o perfume, o cheiro...
O lume... o cheiro...
E é quando me falas que eu sinto...
Que as palavras são amargas como o tinto
E esses lábios doces cor de vinho
Só me mentem ao dizer “Eu não te minto”!
E nesses olhos verdes absinto
Eu só consigo ver um labirtinto.
E é quando tu te calas que eu penso...
Porque é que não és feito de silêncio?
Dás-me um copo que eu dispenso
Estendo o corpo e adormeço
sono tenso, sonho intenso
entre nós só fumo denso
fumo denso...
é só fumo denso...
fumo denso...
Dás-me um copo que eu dispenso
Estendo o corpo e adormeço
sono tenso, sonho intenso
entre nós só fumo denso
só fumo denso...
fumo denso...
é só fumo denso...
...
Tu fumas à janela, olho pra ti espelhado nela,
A noite é longa e dentro dela, a chuva pinta uma aguarela
Somos tu e eu, só tu e eu, tu e eu, só tu e eu...
O lume, o fumo, o perfume, o cheiro...
O lume, o fumo, o perfume, o cheiro...
O lume, o fumo, o perfume, o cheiro...
O lume... O cheiro...