Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

O Eterno

http://smarturl.it/orfeo-chaman - Album out October 2016

A unique retelling of the Orpheus myth drawing on Baroque music and folksongs from South America to Sicily, with a real-life Orfeo – the blind Argentinean singer-guitarist Nahuel Pennisi – in the title role. The resulting opera composed and arranged by Christina Pluhar reveals the mysterious shamanic side of the legendary musician who ventures into the underworld for love. The album is accompanied by a bonus DVD: the complete filmed performance of the vibrantly staged opera at the Teatro Mayor Julio Mario Santo Domingo, Bogotá, Colombia.

L’Arpeggiata

Christina Pluhar and L’Arpeggiata, accompanied by soprano Céline Scheen and countertenor Philippe Jaroussky, take you on an exciting journey from German songs by Schütz and Bach to motets by Monteverdi, Cazzati and Sances during the Utrecht Early Music Festival.

 

The musical programme:
Heinrich Schütz: Es steh’ Gott auf SWV356
Tarquinio Merula: Ciaccona
Heinrich Schütz: Erbarm Dich mein, o Herre Gott SWV447 and
Von Gott will ich nicht lassen SWV 366
(from: Symphoniae Sacrae II)
J.C. Bach: Ach, dass ich Wassers g‘nug hätte
J.S. Bach: Cellosuite nr. 2 in d BWV 1008,
Prelude,
Mein Jesu, was vor Seelenweh BWV 487 and
Komm, süsser Tod BWV 478
Schemelli: Per la Santissima Vergine
Heinrich Ignaz Franz von Biber: Sonate nr. 1 in d
Anonymous: Ninna nanna al Bambin Giesù
Maurizio Cazzati: Ciaconna
Ignazio Donati: O gloriosa Domina
Tarquinio Merula: Hor ch’e tempo di dormire
Giovanni Antonio Pandolfi Mealli fl.: La Vinciolina Op. 4 nr. 6
Giovanni Felice Sances: Stabat mater (Pianto della Madonna)
Claudio Monteverdi: Laudate Dominum in sanctis eius SV 287

Dido and Aeneas

L'Arpeggiata e Voces8 dirigidos por Christina Pluhar

Solistas
Mariana Flores [soprano]
Céline Scheen [soprano]
Marc Mauillon [barítono]

Voces8
Andrea Haines [soprano]
Emily Dickens [soprano]
Barnaby Smith [contratenor]
Christ Wardle [contratenor]
Oliver Vincent [tenor]
Samuel Dressel [tenor]
Paul Smith [barítono]
Dingle Yandell [baixo]

Gravado em 5 de Setembro de 2015 noTivoliVredenburg Utrecht como parte do Festival Oude Muziek Utrecht

Teatro D'Amore

Nuria Rial, Philippe Jaroussky,Christina Pluhar, L' Arpeggiata

 

Claudio Monteverdi - Toccata
Barbara Strozzi - Eraclito amoroso
Pandolfo Mealli - La Vinciolina
Claudio Monteverdi - Ohime, ch'io cado
Claudio Monteverdi - Pur ti miro
Claudio Monteverdi - Damigella, tutta bella
Tarquinio Merula - Ciaconna
Giovanni Legrenzi - Lumi, potete piangere
Claudio Monteverdi - Quel sguardo sdegnosetto
Claudio Monteverdi - Adagati, Poppea
Domenico Maria Melli - Dispiegate, guance amate
Andrea Falconiero - Batalla de Barabaso yerno de Santanas
Claudio Monteverdi - Si dolce e'l tormento
Orazio Michi del Arpa - Piangete, afflitti lumi
Luigi Pozzi - Salve Regina
Lorenzo Allegri - Canario
Claudio Monteverdi - Zefiro Torna
Giovanni Felipe Sances - Presso l'onde tranquille
Claudio Monteverdi - Damigella, tutta bella
Claudio Monteverdi - Pur ti miro

Via Crucis

Ao longo da Idade Média, a leitura da parte dos evangelhos dedicada à Paixão de Cristo, que acontecia durante a Semana Santa, foi evoluindo para uma interpretação, primeiro "entoada", depois "cantada", num processo que culminou já após a Reforma nos monumentos musicais protestantes que são as Paixões de Bach, segundo São Mateus e segundo São João.

Para além de todo o significado religioso da narração e interpretação dessa última semana de Cristo, a intensidade dessa Paixão prestou-se a ser colocada em música ao longo dos séculos de forma brilhante. Embora ateu, sou um devoto confesso da "Paixão segundo São Mateus" de Bach, não podia deixar de mencionar "As Sete Últimas Palavras de Cristo na Cruz" de Haydn ou a "Passio" de Arvo Part que vai ter interpretação na Gulbenkian por estes dias. Para além destas formas eruditas, as representações musicais da Paixão contudo, tiveram também sempre presença popular na Páscoa. Tradições que ainda hoje subsistem em todo o planeta.

Christina Pluhar (na fotografia), alaudista, com o agrupamento L'Arpeggiata, o brilhante contratenor Philippe Jaroussky e a soprano Nuria Rial, juntou-se a um agrupamento corso de nome Barbara Fortuna, para apresentar o seu caminho da cruz, combinando música erudita do século XVII (composta por Sances e Merula) com música tradicional da Córsega. O resultado é uma Paixão "inventada" de nome "Via Crucis", de uma coerência absolutamente surpreendente, apesar da diversidade das fontes.

Aqui abaixo ficam em exemplo, "Maria (sopra La Carpinese)" pelas vozes corsas e uma canção de embalar napolitana, "Ninna nanna al bambino Gesù (Napoletana)" por Philipe Jaroussky.