Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Diego Dayer

Não sei se na pintura mundial há uma tendência para um novo kitsch, mas quase imagino o pintor argentino Diego Dayer pintando um menino da lágrima ou um Pierrot solitário, daqueles que ainda existem em muitas paredes por aí. Será pela familiaridade que há nestas imagens qualquer coisa de irresistível? Nelas convivem a pincelada mais fina e a tinta que escorre em aparente desleixo, composições formais, poses assumidas, elementos simbólicos e referências à história da pintura. Nasceu em 1978 e o seu site está aqui. A última imagem é um autorretrato.