Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Jacques Brel para o fim-de-semana.

Depois de anos de grande sucesso internacional, Jacque Brel anuncia em 1996 que vai abandonar definitivamente o mundo da canção, para se dedicar ao teatro e ao cinema. Seria muito elogiado mais tarde como actor. Nesse mesmo ano, o seu recital no Olympia em Paris torna-se um evento sem precedentes, mesmo num concerto de duração relativamente curta. É uma montagem dessas actuações a 28 e 29 de Outubro de 1966 que está aqui abaixo.

Se alguma vez a expressão "animal de palco" fez sentido, foi aqui. Brel não canta, interpreta com todo o corpo, sangue, suor e lágrimas, cada música, cada sentimento, cada nota e palavra, todo corpo e emoção. É uma hora de espectáculo puro, mesmo com a má qualidade de som e imagem.