Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Valha-nos a música.

Beethoven - Piano Concerto No. 4 in G major

 

Mitsuko Uchida piano
Bavarian Radio Symphony Orchestra
Mariss Jansons conductor
Proms festival 2013, London
Royal Albert Hall

 

Mitsuko Uchida returns to the Proms after an absence of almost 20 years as the soloist in Beethoven's Piano Concerto No. 4, which overturned formal traditions by opening with a simple statement for solo piano. Musical ideas are tested to their limits in a conversation between keyboard and orchestra.

Hoje na Gulbenkian.

Vamos por partes. O programa de hoje, pelas 18h no Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian, tem muitos motivos de interesse.

Em primeiro lugar a orquestra, a Gustav Mahler Jugendorchester. Diz o site da Gulbenkian:

Fundada em Viena em 1986 por iniciativa do seu atual Director Musical, Claudio Abbado, a Gustav Mahler Jugendorchester foi distinguida pela Fundação Cultural Europeia em 2007. Foi a primeira orquestra internacional de jovens a abrir audições nos países do leste europeu e em 1992 alargou o seu âmbito aos músicos até aos vinte e seis anos de idade, provenientes de toda a Europa. Em função desta sua abrangência geográfica conta com o patrocínio do Conselho da Europa.

Anualmente, um júri presidido por Claudio Abbado realiza a seleção dos músicos entre uma média de 1500 candidatos que se apresentam nas audições realizadas em mais de vinte e cinco cidades. Os membros do júri são destacados músicos de orquestras europeias, sendo também responsáveis pelo apoio ao programa musical da orquestra durante os períodos de ensaio e preparação do repertório. Muitos dos antigos membros da Orquestra integram atualmente as principais orquestras europeias, alguns deles como intérpretes solistas dos respetivos instrumentos.

A orquestra será dirigida por um também jovem Leo McFall (na imagem) e ao piano vai estar o já-mais-da-minha-geração Nicholas Angelich.

E o programa? Compositor em residência este ano na Gulbenkian é o francês Marc-André Dalbavie e a primeira peça do programa é sua. Não é esta abaixo mas fica como exemplo este quarteto para piano e orquestra. Logo abaixo estão outros dois momentos musicais que se esperam maravilhosos: a Sétima Sinfonia de Sibelius e o Concerto para Piano nº 20 de Mozart. Note-se que a versão que aqui coloco é dirigida e interpretada por Mitsuko Uchida que estará também muito em breve em Lisboa, neste sítio do costume. Valha-nos a sua existência neste tempo de vacas (muito) magras.