Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Patricia Petibon hoje na Gulbenkian

É verdade que o programa do concerto de Patricia Petibon hoje na Gulbenkian gira, sobretudo, em volta da música espanhola ou de inspiração espanhola. Diz-se, na apresentação do mesmo:

A cultura espanhola intrigou e fascinou a soprano francesa Patricia Petibon desde a sua infância. Sentindo na criação artística espanhola uma forte expressão popular, a cantora integrou nos seus primeiros recitais reportório de autores espanhóis, mas também de latino-americanos. Foi essa a base para o seu álbum Melancolía, aqui parcialmente revisitado por uma cantora conhecida pela intensidade com que aborda as suas interpretações. «No palco», acredita Petibon, «o carisma é indispensável».

Diz-nos, contudo, a folha de sala, que o concerto acabara com Bernstein e uma das minhas áreas favoritas que compôs, 'Glitter and be gay' da ópera 'Candide'. Por isso era esse o vídeo que eu tinha de partilhar.

Mas já agora, o próprio Leonard Bernstein a dirigir a London Symphony Orchestra em 1989, com June Anderson cantando.