Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

luís soares

Blog do escritor Luís Soares

Tudo No Amor

TUDO NO AMOR
Letra: Sérgio Godinho
Música: Hélder Gonçalves
Manuela Azevedo: voz, coros e percussões
Hélder Gonçalves: guitarra acústica, guitarra tenor, barítono e coros
Miguel Ferreira: teclados e coros
Pedro Biscaia: teclados
Pedro Santos: baixo
Pedro Oliveira: bateria
Produzido por Hélder Gonçalves
Gravado n’ O Nosso Gravador por Nelson Carvalho.
Gravações adicionais: Hélder Gonçalves
Mistura: Nelson Carvalho, Estúdio Valentim de Carvalho, Paço de Arcos
Masterização: Andy VanDette, Buzzaudio Studios, Nova Iorque

VIDEO
Realização, Argumento, Montagem: Vasco Mendes
Elenco: Luís Araújo e Maria Leite
Assistente de Produção: Gracja Zegarowicz
Assistente de Iluminação: André Moura
Maquilhagem: Maria Fontes
Making Of: Joana X e Nuno Marques
Agradecimentos: André da Loba, Daniela Lino, Dr. Rui Rocha, Estação de Camionagem do Campo 24 de Agosto, Estúdio A82, João Castela, João de Sousa, Moutinho Ópticas, Mão Esquerda, Rui Mendes, Sr.Luis, Victor Hugo Pontes, Vladimiro Leopoldo, YourOpo

Tudo no amor
Faz do nada um tudo
O olhar mais agudo
Navego
Mas já que o amor é cego
And love is a crazy game
Por amor ceguei-me
Cheguei-me
De bengala branca
Tacteei no escuro
De bengala rosa
Por amor procuro
Uma flor secou
E em botão renasce
Será que traz veneno
E a paixão desfaz-se

Tudo no amor
Vive com o fantasma
Que viver em ti
Ele é cego e vê
E eu ceguei e vi
É do amor a sombra
E é da sombra a luz
É da sombra o amor
E é do amor a luz
Se por paixão carrego
O mundo todo às costas
Diz-me só se queres
Se gostas
Gostarás de ti
Ao gostares de mim?
O abrir e fechar de olhos
Traz outra cor aos olhos?
Bebemos então
Tão e tudo a isso
Veneno e o seu contrário
Por amor remisso
Tudo no amor
Vive com o fantasma
Que viver em ti
Ele é cego e vê
E eu ceguei e vi
É do amor a sombra
E é da sombra a luz
É da sombra o amor
E é do amor a luz
Tudo no amor
É luz

O Primeiro Gomo da Tangerina

Quinta das Canções #3 - O Primeiro Gomo da Tangerina
Letra e Música: Sérgio Godinho

A Quinta das Canções é a nova proposta de André Santos e Salvador Sobral. Todas as quintas-feiras os dois músicos e amigos tocarão um tema da sua preferência, destacando canções que os inspiram. Esta é uma forma despretensiosa mas muito afectiva, em que André Santos e Salvador Sobral decidem homenagear os seus afectos, admirações e influências musicais. De espírito livre e sem regras. É assim a música.

Os Vampiros

SÉRGIO GODINHO - CARÍSSIMAS CANÇÕES AO VIVO N' "O NOSSO GRAVADOR"
com Hélder Gonçalves, Manuela Azevedo e Nuno Rafael

Os Vampiros - Zeca Afonso (Zeca Afonso)

 

Sérgio Godinho - voz
Hélder Gonçalves -- barítono, guitarra eléctrica 5 cordas, tenor, voz
Manuela Azevedo -- glockenspiel, percussão, voz
Nuno Rafael -- guitarra acústica, guitarra lap steel percussão, voz

Realizado por André Tentugal
Câmaras: André Tentugal, Luis Cardoso, Simone Almeida, Vasco Mendes
Edição: André Tentugal, Pedro Cardoso

Áudio captado, misturado e masterizado por Nelson Carvalho

Filmado no estúdio O Nosso Gravador em Outubro de 2013

Mútuo Consentimento.

Hoje, no SAPO, é dia de Sérgio Godinho. Quarenta anos de carreira, um disco novo, uma conversa com os nossos utilizadores, uma entrevista, um prazer. Vivo com a música de Sérgio Godinho desde sempre, da infância mais distante, à adolescência, primeiros amores, corações partidos, dias adultos e por aí adiante. A música do Sérgio não tem tamanho e aqui e ali, para quem as quiser descobrir, há palavras dele escondidas nos meus livros, frases, versos, personagens.

Quarenta anos depois, Sérgio Godinho mantém-se atento e no disco novo está o David Santos (noiserv), o Bernardo Sassetti, a Francisca Cortesão e cúmplices um pouco mais antigos como Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo dos Clã. Tudo gente boa que faz música boa, parceiros na criação, no diálogo da música, com resultados brilhantes.

Deixo aqui abaixo três vídeos. No primeiro, Sérgio Godinho percorre tema a tema o seu novo álbum "Mútuo Consentimento", falando um pouco sobre cada um. No segundo, vemo-lo em estúdio para a gravação de "Bomba-Relógio". No terceiro, fala das colaborações e da maneira como as escolhe. Aqui, podem reler o que foi a conversa com os utilizadores.